quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Da poesia

Sussurro mínimo
ao longo do sol que se põe.

A sedução das perguntas,
da beleza.
A canção oculta entre palavras
pensamentos.

Dispersa pelo mundo.

A poesia  dos dias
a salvar-me a sanidade.

 Silvia Chueire
                                                 

2 comentários:

Elpidio disse...

menina,

gostei deste também, muito bom.

beijo saudoso

Elpidio

Ramiro Conceição disse...

OS VIRA-LATAS
by Ramiro Conceição


Toda gente
tem seu tempo
de cão largado,
de cadela rejeitada,
de cachorro chutado, porém safado,
rafeiro com pedigree de vira-lata do
amor.


PS: Feliz Ano Novo, Silvia.

diários III

as orquídeas lançam raízem e flores desenfreadas. têm pressa.   desabrocharão sua beleza extrema com a paixão típica das flores....