domingo, 2 de setembro de 2007














murmuras

murmuras uma canção aos meus ouvidos
e os meus pensamentos estremecem
na percepção de que o mundo é mais
e as rosas não se explicam.

murmuras a canção
e sei:
é inescapável a viagem.

as águas turbulentas cristalinamente
tentadoras,
a me chamarem:
vem.

silvia chueire

Um comentário:

Putty Cat disse...

Ler-te ao som de Craig Armstrong...

Sabe bem.

diários III

as orquídeas lançam raízem e flores desenfreadas. têm pressa.   desabrocharão sua beleza extrema com a paixão típica das flores....