sexta-feira, 13 de abril de 2007

paula rego - choke



















comum

tudo é comum como um sapato velho.

passada a graça,
os olhos mergulhados na bebedeira,
espancar a mulher
no alto da madrugada,

e virar o ronco para o canto.

depois dizer :
desculpa-me.


silvia chueire

Nenhum comentário:

diários III

as orquídeas lançam raízem e flores desenfreadas. têm pressa.   desabrocharão sua beleza extrema com a paixão típica das flores....