quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

dois poemas curtos

última


uma última palavra no ano
martela os minutos
uma palavra esculpida
pelo vento

adeus




teu país



pronunciei ternamente
o nome do teu país
ele era meu
na combustão da tarde



silvia chueire

Nenhum comentário:

diários IV

        a rotina pode ser uma impercebida prisão.   toma-nos de surpresa. pé ante pé instala-se na vida de acordo com ...