quinta-feira, 27 de março de 2008

dois poemas curtos

cimitarra

a lua é uma cimitarra
rasga o céu
sangra no mar

tudo mais
é silêncio


silvia chueire



plausível

a sombra da tua ausência
a conversar comigo
na hora inusitada do dia

como se fosse ela
- ou eu? -

a (ir)realidade mais plausível

silvia chueire

Nenhum comentário:

diários IV

        a rotina pode ser uma impercebida prisão.   toma-nos de surpresa. pé ante pé instala-se na vida de acordo com ...