segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

na tarde


o mais íntimo de ti
alçado no esplendor do dia
as mãos na suavidade dos pelos
da nuca ofertada

a evidência do corpo
a procurar o teu
da boca inverossímil
saída do devaneio
para a tua realidade ereta

no alto do gozo
no alto da tarde
no alto do mundo


silvia chueire




Nenhum comentário:

diários IV

        a rotina pode ser uma impercebida prisão.   toma-nos de surpresa. pé ante pé instala-se na vida de acordo com ...